quinta-feira, 6 de agosto de 2009

DINÂMICAS DE INTEGRAÇÃO

As dinâmicas de integração têm como objetivo:

- que os participantes se apresentem
- que memorizem os respectivos nomes
- que iniciem um relacionamento amistoso
- que se desfaçam as inibições
- que falem de suas expectativas


1) Eu sou... e você, quem é?

Formar uma roda, tomando o cuidado de verificar se todas as pessoas estão sendo vistas pelos demais colegas. Combinar com o grupo para que lado a roda irá girar. O educador inicia a atividade se apresentando e passa para outro. Por exemplo: “Eu sou João, e você, quem é?” “Eu sou Márcia, e você, quem é?” “Eu sou Lívia, e você quem é?”
A dinâmica pode ser feita com o grupo sentado sem a roda girar.


2- Apresentarte

Material: objetos diversos (xale, óculos, chapéu, colares etc.)


Propor aos participantes apresentarem-se, individualmente, de forma criativa. Deverá ser oferecido todo tipo de objetos para que eles possam criar dentro da vontade de cada um.



3- Alô, alô!
Formar uma grande roda com todos os participantes e pedir que cada um se apresente de forma cantada com a seguinte frase: “Sou eu fulano, que vim para ficar; sou eu, fulano, que vim participar.” É importante que cada um fale o seu nome, pois este simples exercício trabalha a auto-estima.

4- Procurando um coração...

Material: corações de cartolina cortados em duas partes de forma que uma delas se encaixe na outra. Cada coração só poderá encaixar em uma única metade.

Distribuir os corações já divididos de forma aleatória. Informar que ao ouvirem uma música caminharão pela sala em busca de seu par. Quando todos encontrarem seus pares, o educador irá parar a música e orientar para que os participantes conversem.



5- Abraçando amigos

Formar uma grande roda. Colocar bem baixinho uma música agradável. Informar que o grupo deverá estar atento à ordem dada para executá-la atentamente. Exemplo: “Abraço de três” e todos começam a se abraçar em grupo de três; “abraço de cinco”, “abraço de um”, “abraço de todo mundo.” É importante que o educador esteja atento para que todos participem.


6- Quando estiver...

Com o grupo em círculo, o primeiro a participar começa com uma frase. Exemplo: “Durante minhas férias irei para a praia..”.
O segundo continua: “Quando estiver na praia farei um passeio de barco. O seguinte dirá: “Quando estiver no barco, irei...”


7- Apresentação

Propor a criação coletiva de uma história incluindo o nome de todos os participantes do grupo. Durante a narrativa, quando o nome de um participante for pronunciado, ele deve levantar-se, fazer um gesto e sentar-se de novo.



8- Formando a “turma”

O educador instigará o grupo com algumas perguntas:
– Vocês fazem parte de alguma turma?
– Como é essa turma?
– É fácil entrar para uma turma?

Propor que os participantes façam de conta que estão querendo entrar numa turma. Vão se juntar de acordo com o número enunciado, seguido de uma palma. Exemplo: número 5, bater uma palma. Os participantes deverão formar grupos de 5 pessoas. As que sobrarem saem da brincadeira, sentando-se. O jogo continua até sobrarem uma ou duas pessoas, ou seja, os vencedores.

Num segundo momento, o grupo perdedor vai levantar e inverter a situação. Vai rejeitar a pessoa, ou as pessoas que ganharam na etapa anterior. Essas pessoas rejeitadas tentarão de todo o jeito fazer parte do grupo. É indispensável que o educador trabalhe bem a etapa seguinte, abordando a rejeição e a reação diante da perda.

9- O presente

Material: uma caixa embrulhada com papel de presente.

Todos em círculo. O educador inicia o jogo passando o “presente” para o primeiro participante à sua direita dizendo o que está oferecendo (exemplo: Ofereço a você uma tesoura...). O que recebe diz o que vai fazer com o presente (exemplo... para cortar minhas figurinhas e, logo a seguir, oferecer o “presente” ao colega à direita dizendo o que está oferecendo e assim por diante.

10- Minha frase

Material: Cartões com palavras (recortadas de jornal ou escritas com hidrocor) ou figuras colocadas em uma caixa.

Cada participante retira dois ou três cartões e dirá na sua vez, uma frase que contenha aquelas palavras. O educador anota a frase para que, ao final, o grupo escolha a frase mais original, com aplausos para o autor.

11- “Eu gostaria de ouvir...”

Peça aos participantes para dizerem alguma coisa positiva que eles gostariam de ouvir outra pessoa dizer sobre eles. Por exemplo: “Eu gostaria de ouvir alguém dizer que eu...

12- Associação

Participantes em círculo. Um deles inicia a brincadeira dizendo uma palavra. O seguinte diz outra relacionada à primeira; o terceiro participante diz outra palavra relacionada à anterior e assim sucessivamente. Quando o grupo não compreender a associação feita, pode-se pedir explicações.

Exemplo: comida - carne - vaca - fazenda...

13- Palavras geradoras

Participantes em círculo. Um deles começa dizendo uma locução formada por dois substantivos.
O participante seguinte faz o mesmo, porém a primeira palavra da locução tem de ser a última da locução anterior.

Exemplo: melado de cana - cana do sítio - sítio das crianças...

As locuções podem ser formadas a partir da primeira, palavra, que deverá aparecer em todas as locuções criadas.
Exemplo: desenho de criança - desenho da casa - desenho do armário...

Se for cometido um erro, o participante cumpre uma tarefa.
Observação: Os jogos de fala devem ter breve duração para não se tornarem monótonos.

14- Flor-surpresa

Material: flores em papel glacê, de preferência, uma para cada participante.

Pedir que cada um ao receber sua flor escreva na parte central (ou pense) num sentimento que deseja transmitir para alguém. Dobrar as pétalas, uma a uma e na seqüência. No momento combinado todas as flores serão colocadas dentro de uma vasilha com água e em poucos segundos todas as flores se abrem.



15- Conhecendo-se pelas figuras

Material: Fita e toca-fita.

Figuras bem variadas recortadas de revistas, escolhendo-se três a cinco de um mesmo tema (flores, animais, roupas, paisagens...). Por exemplo, três a cinco flores (embora diferentes) três a cinco carros, cenas domésticas, etc.

Espalhar as figuras, sobre a mesa. Colocar música de fundo. Pedir que os participantes passem diante das gravuras, observando-as bem e depois cada um apanha a figura que mais lhe chamou a atenção. Formar grupos de acordo com o tema escolhido. Cada um diz seu nome e porque escolheu a figura, conversando para que se conheçam melhor. Um representante de cada grupo resumirá e apresentará as características comuns daqueles participantes aos demais.





16- Jogo dos Sentimentos

Cortar uma folha de papel em tiras do tamanho que encaixe uma palavra escrita. Em seguida, escrever em cada papel o nome de um sentimento, usando a criatividade para ter um maior número de sentimentos escritos. Dobrar, em seguida, cada papel e colocar em um saco para que possam ser sorteados. Cada participante lê para si o sentimento e depois fala, em poucos minutos, o que o sentimento representa, dando se quiser exemplo de uma situação que corresponda ao sentimento.

Ao final da atividade é importante que o componente perceba que somos passíveis a qualquer sentimento; cabe uma discussão à respeito de que forma podemos trabalhá-los.

Sugestões de sentimentos: felicidade, vergonha, amor, mágoa, ódio, raiva, orgulho, vaidade, caridade, alegria, tristeza, inveja, ciúmes, compreensão, compaixão, etc.

17- Envelopes coloridos

Afixar no mural 2 ou 3 envelopes de cores diferentes ( ou preparar um pequeno painel) com cartões, cada um contendo uma frase diferente. Com o grupo em círculo, o primeiro participante escolhe a cor de um dos envelopes, retira um cartão, lê e responde. O cartão lido retorna a um envelope de outra cor. Os participantes falam de si, se descontraem, promovendo a integração do grupo.

Sugestões de frases:
- a melhor coisa que já fiz
- a coisa mais engraçada que já me aconteceu
- a coisa mais engraçada que já vi alguém fazer
- a pessoa mais interessante que já encontrei
- o melhor dia de que tenho lembrança
- o presente que me trouxe mais alegria
- o lugar mais bonito que visitei (conheço)
- a pessoa que me recebeu com mais carinho e atenção
- o passeio mais agradável que já fiz

20 comentários:

  1. Meu nome é Adriane Castro, do Centro Espírita Fé Amor e Caridade, localizado na Estr. do Pau da Fome, 2482- Taquara, Jacarepaguá - Rio de Janeiro- RJ e quero dizer que adorei este site pois encontrei material que vai me ajudar muito nas dinâmicas que estou planejando para o curso de Autocura na casa espírita.
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Que bom, Adriane! Pois esse é o objetivo, compartilhar e ajudar. Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  3. AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIII ESTE SITE !!!!!!!!!!!BJS

    ResponderExcluir
  4. Meu Nome é Helena Nunes da Silva,
    sou do Centro Espírita Nosso Lar
    e eu amei esse SITE; adorei as dinamicas.
    Que DEUS os ilumine sempre.
    BJS.

    ResponderExcluir
  5. Amei o site!!! Obrigada! Sou Marisa Mendes da Congregação Espirita Cristã no Rio de Janeiro. O site me ajudou bastante com o Grupo de Pais.

    ResponderExcluir
  6. Meu nome é Ezanilda Silva Sgorla, sou do Centra Espírite À Caminho da Luz de Esmeralda RS
    Adorei as dinãmicas desse Site
    Estão me ajudando e muito nas aulas de evngelização, meus parabens

    ResponderExcluir
  7. achei as dinâmicas de alto nível e muito úteis nas casas espíritas, obrigado pela colaboração!Abraço. Juscelino - Fraternidade Espírita Chico Xavier - Janaúba MG.

    ResponderExcluir
  8. Meu nome é Yuri Ezequiel e agradeço mt as dinamicas que serão usados em um momento de integração durante o retiro do caranval, aqui na FEPB grande abrss fraterno

    ResponderExcluir
  9. adorei saber da existencia do ensinamento de vcs, todos e vangelizadores deveriam conhece los.Abraço para todos ;centro espirita reino de iemanjar;Recife PE

    ResponderExcluir
  10. Que blog Lindo! Amei e vou aproveitar essas dinâmicas para o próximo encontro de Jovens Espíritas! Que jesus abençoe a todos! Heloísa Centro Espírita Bezerra de Menezes

    ResponderExcluir
  11. Adorei o blog. Muito útil para realizar a atividade de integração que eu estava buscando para iniciar mais um ano de estudos num Grupo de Estudos Sistematizado, onde há pessoas de todas as idades. Desejo vida longa a esse blog. Parabéns às pessoas que se dedicam e se dedicaram a fazer esse trabalho que certamente ajudam tantas pessoas a realizarem o seu trabalho junto à Doutrina Espírita.

    ResponderExcluir
  12. amei, o site, vai me ajudar muito como evangelizadora de jovens, sou trabalhadora do centro espirita GLÓRIA E AMOR, de ITAQUI, RS, agradeço muito a JESUS, e aos irmãos de luz, por vocês nos oportunizarem essas belas dinâmicas, isso só eleva cada vez mais a doutrina espirita, obrigada. GERALDINA SILVEIRA POITINI.

    ResponderExcluir
  13. Muito bom... Parabéns!! :) André Xisto

    ResponderExcluir
  14. Gosteio muito da dinâmicas aqui apresentadas e as aplicarei nas reuniões de centro de estudos da minha escola. Thereza.

    ResponderExcluir
  15. Eu sou michelly de ji-parana Ro, gostei muito dessa dinamicas, pois sou coordenadora do grupo de jovens da comunidade onde participo e essas dinamicas esta me ajudando muitooooo!!!!!!!!!!!!!!


    grupo de Jovem J.E.S.U.S
    Jovem Evangelizadores sempre unidos ao senhor.....

    ResponderExcluir
  16. Sou Maria G. de Cuiabá. Agradeço a generosidade de compartilhar essas idéias.

    ResponderExcluir
  17. Adorei essas dinâmicas com vários objetivos muito interessantes.
    Agora concerteza nosso grupo de jovens irá se interagir cada vez mais.
    Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  18. Eliana Santos, agradeço as dinâmicas que serão valiosas para
    um trabalho que iremos iniciar em nosso grupo fraterno.
    Que Deus ilumine a imaginação dos que se propoem no trabalho
    do Cristo. Muita paz e muito obrigada.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...